fbpx
MUSICBOX
Filtrar Eventospor data, mês e tipo...

Por aqui, Outubro é sempre significado de uma coisa: Jameson Urban Routes. A 13ª edição do nosso festival indoor acontece de 22 a 26 de Outubro e já é possível conhecer o cartaz completo.

Ao longo de cinco dias, o Musicbox mexe com oito sessões de concertos e clubbing.

Programação completa

22 OUTUBRO

BATTLES | JUR S01 BILHETES

O duo que junta John Stanier e Ian Williams apresenta no Jameson Urban Routes o seu quarto álbum Juice B Crypts, editado no dia 18 de Outubro pela Warp Records. O novo longa-duração de Battles é uma sobrecarga sensorial de informação que coloca em movimento tudo o que já se julgava saber sobre o supergrupo de art-rock. Influenciado pela vivência na cidade de Nova Iorque, Juice B Crypts flerta com a nova tecnologia e as questões de autenticidade.

23 OUTUBRO

CARNE DOCE + BRUNO DE SEDA | JUR S02 BILHETES

Considerada uma das principais bandas de indie rock no Brasil, Carne Doce foi fundada em 2013, em Goiânia, pelo casal Salma Jô e Macloys, a quem se juntaram João Victor Santana e Aderson Maia. Na primeira vez que se apresentam em Portugal, Carne Doce trazem-nos o Tônus (2018), a sua mais recente edição discográfica. Mais do que um disco aclamado pela crítica, o espectáculo Tônus, apresentação explosiva e sensual, valeu a Carne Doce o título de uma das melhores bandas brasileiras ao vivo da actualidade.

Ao grupo brasileiro junta-se Bruno de Seda, obreiro da canção e inquilino permanente no corpo de Bruno Martins. O mais recente projecto a solo do membro do grupo Equations estreou-se em Maio deste ano com o lançamento do disco homónimo.

24 OUTUBRO

KELSEY LU + ANGÉLICA SALVI | JUR S04 BILHETES

A violoncelista e compositora norte-americana Kelsey Lu actua pela primeira em Lisboa no dia 24 de Outubro, na terceira sessão do festival, trazendo-nos o seu aclamado álbum de estreia Blood (2019), editado este ano. A prática artística de Kelsey Lu resulta da intersecção entre música, activismo, performance e artes visuais. As suas composições têm tanto de onírico como de instáveis, misturando música de câmara, folk, música electrónica e arranjos de voz emotivos.

A primeira parte desta sessão está entregue a Angélica Salvi, harpista espanhola radicada no Porto desde 2011, que se dedica à improvisação e à música contemporânea e electroacústica, explorando várias técnicas de preparação e amplificação do instrumento na busca de novos timbres e sonoridades.

DJ HARAM + BADSISTA + DJ NARCISO + ODETE | JUR S04  BILHETES

 

 

No mesmo dia, Badsista, DJ Haram, Odete e DJ Narciso são os protagonistas da quarta sessão de festival. Badsista é Rafaela Andrade, DJ e produtora de São Paulo e um dos principais nomes da cena de clube actual do Brasil. DJ Haram é uma produtora e DJ de Nova Jérsia. Estilisticamente versátil, os seus sets são informados pela música de clube e pelas raízes na música de dança do Médio Oriente e no noise DIY e experimental. Odete trabalha no cruzamento da escrita, da música, da performance e das artes visuais. Os seus sets são frequentemente habitados por gravações caseiras de destruições e funerais e os beats de uma história inteira de música queer. DJ Narciso é um dos produtores principais da RS Produções, grupo que assina pela Príncipe Discos.

25 OUTUBRO

PLANTASIA POR MOULLINEX E BRUNO PERNADAS | JUR S05 BILHETES

O Jameson Urban Routes convidou Bruno Pernadas e Moullinex para a criação de um espectáculo original. No ano em que Plantasia (1976), obra-prima do compositor canadiano Mort Garson, é reeditada pela Sacred Bones, os dois músicos reinterpretam em conjunto esta importante peça num concerto inédito.

Plantasia, editado em 1976 e composto com o mote “(…) warm earth music for plants…and people who love them”, é o resultado de um dos trabalhos de composição mais importantes da música electrónica, distinguindo-se o uso pioneiro dos sintetizadores Moog.

Moullinex e Bruno Pernadas, músicos e compositores de universos sonoros diferentes, atribuem a Plantasia um lugar fundamental nas suas colecções pessoais. Para Bruno Pernadas, revisitar este disco é “uma oportunidade rara de viajar no tempo para um lugar desconhecido e misterioso, cheio de perguntas não respondidas”. Por sua vez, Moullinex descreve Plantasia (1976) como uma “pérola ainda talvez em obscuridade que será um prazer de reinterpretar ao vivo”.

BAD GYAL + KING DOUDOU + CATXIBI | JUR S06  BILHETES

Bad Gyal faz a sua estreia em Lisboa na sessão de clubbing deste dia. A artista catalã tem vindo a assumir um lugar de destaque na cena de música urbana espanhola, responsável por hits que estão a redefinir o futuro da música, como Fiebre, Candela ou, mais recentemente, Santa Maria.

A Bad Gyal junta-se Catxibi e King Doudou, alter-ego do DJ e produtor francês Hugo Douster.

26 OUTUBRO

ALTIN GÜN + MÔRUS | JUR S07 BILHETES

Altin Gün, g grupo de amsterdammers com várias origens (turcas, indonésias e holandesas) está na linha da frente de um movimento que procura reinventar a música folk turca. Recuperando as canções dos seus heróis, Altin Gün reinterpreta-as à luz do encontro com os ritmos do funk, guitarras wah-wah e teclados analógicos. Este cruzamento de dois mundos diferentes está expresso no álbum de estreia On, editado pela Bongo Joe Records em 2018, e no sucessor Gece, disco lançado em 2019 que o grupo vem dar a conhecer no Jameson Urban Routes.

Môrus são os responsáveis pela primeira parte desta sessão. Môrus surgiram mais ou menos no Verão de 2017. Antes de mais, são uma banda que navegou e navega paralelamente à amizade de Jorge Barata e Alexandre Moniz. O primeiro EP de estreia, Borba, saiu em 2017 e o EP homónimo em 2018.

 

 

KAROL CONKA + CHONG KWONG + SHAKA LION | JUR S08 Button Text

 

A última sessão do festival assinala o regresso de Karol Conka, que vai apresentar o seu mais recente disco Ambulante. Karol Conka é uma das grandes figuras do hip hop brasileiro actual. A curitibana editou em 2013 o seu primeiro álbum Batuk Freak e, nos anos que se seguiram, colaborou com Buraka Som Sistema no tema Bota ou com a dupla de bass music Tropkillaz nos hits virais Tombei, É o Poder e FarofeiAmbulante, editado em novembro de 2018, reforça a essência de Karol Conka ao mesmo tempo que introduz uma identidade sonora renovada que explora outros estilos como a pop ou o reggae. Nesta sessão, juntam-se a Karol Conka a Chong Kwong, projecto a solo da MC Vanessa Pires, ex-vocalista do grupo La Dupla e Shaka Lion.

X