fbpx
MUSICBOX
Filtrar Eventospor data, mês e tipo...
Todos os Artigos de

Musicbox

Circuito Lisboa

Nos meses de maio e junho, as 12 salas de programação de música Circuito Lisboa vão abrir portas pontualmente para uma programação que reúne 120 atividades e conta com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa. O Musicbox é um dos palcos por onde os cerca de 480 artistas e outros profissionais da música vão passar a partir do dia 3 de maio. Ler Artigo

When all witnesses are gone de Sofia Dinger

When all witnesses are gone Sofia Dinger sessões: 22, 23, 29, 30 maio | 5, 6, 12, 13 junho horários: 17:00 | 18:45 | 20:30 sugar party i´m not sorry for a perfect bite Apareceu-me em Inglês, não sei porquê. então colei-o na porta branca do frigorífico para não esquecer When all witnesses are gone é um dueto um convite para uma festa de amanhã que voltam a dois a uma discoteca vazia no centro da cidade Eu levo a luz, as minhas máquinas de fumo. Vem, que hoje a lua está a crescer. As testemunhas ausentaram-se, mas os fantasmas não são surdos. Traduzem-se versos. Acendem-se cigarros. A música aparece. Projecto Peep Show Conceito e performance: Sofia Dinger Apoio à criação: Inês Vaz e Gonçalo Alegria Som: Gonçalo Alegria Desenho de Luz: Sebastião Pinto Parceiro: Musicbox Produção: Self-Mistake Apoios: República Portuguesa / Cultura – Direção-Geral das Artes e Câmara Municipal de Lisboa – Cultura Peep Show é um projecto de apresentação de criações de dança e performance que procura estabelecer uma relação de intimidade entre artistas e público.  https://youtu.be/5CVtXKqK3jI Sofia Dinger Sofia Dinger terminou o mestrado em teatro na Das Arts, em Amesterdão, como Bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian. Desde sempre, tem investido continuamente em formação adicional com pessoas de variadíssimas áreas... Sofia criou e interpretou" Uma Canção para ouvir-te chegar" (Maria Matos Teatro Municipal, Festival Alkantara 2018 e Spielart Munich 2019), "A história de um amor" (projecto Traça/Alkantara, 2017), "Grande Ilusão" (Temps d’Images, 2014 e Plataforma das Artes Performativas 2015)," Nothing’s ever yours to keep" (Maria Matos Teatro Municipal e digressão pela rede 5 sentidos, 2011) e Noites Brancas (parceria com Paula Diogo e Mónica Calle para o Festival de Almada, 2013, convite de Mark Deputter). Criou, também, dois pequenos trabalhos audiovisuais: um para o Lu.Ca a propósito da ideia de Apanhar o sol (convite de Teresa Coutinho) e outro a partir dos arquivos de filmes de família da videoteca de Lisboa, segunda colaboração com a Traça. Enquanto intérprete trabalhou com Mónica Calle, Blitz Theatre Group, Sara Carinhas, Rui Catalão, Teatro do Vestido, Tiago Vieira, David Pereira Bastos, Gonçalo Amorim, Ana Borralho e João Galante. Em cinema, cruzou-se com realizadores como Leonardo Mouramateus, André Lage, Paulo Menezes, Hugo Vieira da Silva e Pedro Filipe Marques. Recebeu o Prémio Bernardo Santareno, na categoria de atriz revelação (2011) e uma menção honrosa pela performance na curta-metragem Lullaby (André Lage), na 16ª edição do Festival de Cinema Luso Brasileiro de Santa Maria da Feira. O espectáculo "A grande ilusão" foi destacado como um dos melhores do ano de 2014 pelo crítico João Carneiro no Jornal Expresso. Em 2013, integrou o laboratório Try Angle em Montemor-o-Novo (a convite de Tiago Rodrigues) e em 2015, ingressou no 1Space project (a convite de Thomas Walgrave) entre Portugal, Congo, Palestina e África do Sul onde conheceu Faustin Linyekula, Jozef Wouters, Tony Chakar, Hildegarde de Vuyst, Rimah Jabr... Uma versão do seu último solo foi apresentada no festival Under Construction, em Ghent. Interessam-lhe os fantasmas. Mas são tantas as pessoas. Anda às voltas pelo mundo.

Atelier de Dança

Ainda te lembras da última vez que dançaste num clube? À sexta-feira, o nosso Atelier de Dança vai dar-te as ferramentas necessárias para voltares a acertar o passo na pista e recuperares estamina. Formato presencial, em pé, com cada um no seu quadrado. O ambiente é escuro, com luzes de espetáculo a piscar e graves como já não os sentes há um ano. Parece mentira, mas juramos que é verdade.

PROGRAMAÇÃO DE MAIO
7 MAIO Progressivu & Sangó + info 14 MAIO Chima Hiro + info 21 MAIO Francisca Urbano + info 28 MAIO Flama y Sue + info

Desembargo

Acreditem: por mais que se tente, não há maneira de descrever a alegria de anunciar que, a 5 de Maio, aquelas portas de madeira centenária vão voltar a abrir-se, ainda que temporariamente. DESEMBARGO é um ciclo de programação pontual (Maio e Junho) que junta concertos, performance e aulas de dança para voltares a recuperar estamina. Ler Artigo

Liveurope welcomes 5 new venues and reaches 21 members

We are excited to be revealing today the 5 new venues that are joining the Liveurope family as associate members. Following an open call and a thorough selection process, the latest additions to our ever-growing structure are MKC (Skopje, North Macedonia), Močvara (Zagreb, Croatia), Nová Cvernovka (Bratislava, Slovakia), Posthof (Linz, Austria) & Principal Club Theater (Thessaloniki, Greece). These venues have the highest reputation both nationally and internationally and share Liveurope’s core DNA and deep dedication to the promotion of emerging European talent. They are all placed in strategic touring locations, which, in the long run, will provide greater opportunities to the Liveurope acts to conquer new territories. With this expansion, Liveurope strengthens its presence in the Balkans, an extremely culturally diverse region with a boiling music ecosystem. This will further inspire all members of the platform to get closer to new music scenes and diversify even more their programming. “We are so proud with this latest addition to our family of iconic music venues” adds Elise Phamgia, Liveurope’s coordinator. “This has been yet another important step in our journey to keep on growing our platform, which started out in 2014 with just 13 concert halls. This also echoes our goal to act in greater solidarity with the sector and help even more venues in boosting their European programming.” she concludes. The open call The selection process for the new associate members took place in the form of an open call which attracted circa 30 applications from 16 different European countries. The number of applications received in this call represents a 61% increase compared to the first call Liveurope carried in 2019, which saw Milan’s Santeria Toscana 31 become Liveurope’s first-ever associate member.

New Liveurope playlist: promising European women on the spotlight

Women are one of the driving forces of the European music scene both on and off stage. On the occasion of International Women’s Day, we are launching a new playlist to throw the spotlight on promising European female artists and strengthen the call for actions that promote gender equality.  Though there is still a long road ahead towards full gender equality, women and other underrepresented gender minorities have been conquering more and more space in the music scene in recent years, further reinforcing their indispensable value to the sector and societies at large. Music being a powerful driver for societal change, it seems natural to be celebrating International Women’s Day by showcasing the remarkable work of female artists. So, to do just that, we have asked the programmers of the Liveurope venues – 16 iconic music halls spread in the four corners of our continent – to co-curate a playlist featuring some fantastic up-and-coming female acts and bands with strong female presence. Listen to the playlist on Deezer, Spotify or Youtube.

Curators:

​Amelie Snyers - Village Underground, UK Agnieszka Maury - Stodoła, PL Adrian Krummel - FZW, DE Marc Decock - Ancienne Belgique, BE Sten Ove Toft - Blå, NO Max van Bossé - Melkweg, NL Filippo Cecconi - Santeria Toscana, IT Nik Drozg - Kino Šiška, SI Paul Bradshaw - Rockhal, LU Petra Ludvikova - Palac Akropolis, CZ Zsuzsanna Bende - A38, HU Pedro Azevedo - Musicbox, PT Image in banner: Georgia's concert at Ancienne Belgique. February 2020. © Stefanie De Bakker

Instituto Superior Techno

Instituto Superior Techno, a troop com que a Discotexas vai integrar o Coletivo, projeto desenvolvido entre o Musicbox e o COLETIVO. Pensado inicialmente como terapia de grupo feita à distância, a pista imaginada durante a pandemia será transportada para o palco num espectáculo a várias mãos. Os detalhes são, para já, segredos da ciência.

X