All

Feb/6/Sat/00:00 Mr. Herbert Quain
Mr. Herbert Quain 6.Feb.Sat — 00:00
+

Herbert Quain diz-se nascido numa espécie de estado que lhe permite recordar o futuro, sem qualquer lembrança (ou vontade de descoberta) do passado.  O erro cronológico que o deixa perdido entre a era do vintage e a idade da tecnologia, impele-o a procurar um rumo próprio, com assumida marca estética e linguagem. Viajamos com ele?

Live

Live

Tickets €12 Share Add to calendar
Feb/6/Sat/01:30 SwitchSt(d)ance (Live)
SwitchSt(d)ance (Live) 6.Feb.Sat — 01:30
+

SwitchSt(d)ance é um nome difícil de decorar, mas a música fica no ouvido. Soa estranha ao início, confusa até, uma espécie de batida fora do ritmo, demasiado lenta, densa, desconhecida, nua, real. Existem várias definições por onde podes optar: electrónica, hipnótica, gótica, psicadélica, melódica, orgânica, minimalista, futurista, introspectiva, mas, rótulos à parte, estamos a falar de música para a cabeça ou música mental, porque se prestares atenção, se ouvires sem pressas, estas melodias e batidas tomam conta de ti, fazendo-te sentir como que a flutuar sobre a pista de dança.

Marco Antão é o homem por detrás do nome, reminiscência de uma manobra de skate. Nascido no início dos anos 80, Marco é português com ascendência em Goa, Índia. Se pensavas vir sair para pôr a conversa em dia ou numa de engate, pensa de novo ou vem noutro dia. Aqui a música vem em primeiro lugar, entre arpegiadores hipnóticos e retro, por vezes fora do tom ou tempo, e paisagens sonoras introspectivas que te fazem viajar por entre os vários subgéneros da música electrónica.

Live

Live

Tickets €6 (com oferta de uma Heineken) Share Add to calendar
Feb/6/Sat/02:30 Rompante
Rompante 6.Feb.Sat — 02:30
+

Num impulso arrebatado, de arranque súbito e constante, Rompante é DJ e produtor em nome próprio desde 2010.
A sua narrativa começa na Suíça, mas o desenvolvimento da história tem o Porto como cenário e Detroit, Chicago, Berlim e Londres como banda sonora.

Até 2015, Rompante editou pela Is It Balearic…?, Liebe * Detail, Seven Music Records, Permanent Vacation, Balance Recordings, Extended Records e Cubo Records.
Responsável pelas noites M.A.D. (Music Addiction Disorder) no Plano B, passou pelo Neopop, Lux e Watergate e é parte integrante da Bloop. Agora, assim de repente, faz parte do roster Match Attack.

 

Clubbing

Clubbing

Tickets €6 (até às 2h30) // €9 (depois das 02h30) Share Add to calendar
Feb/8/Mon/23:00 Gin & Juice feat. OG Maco
Gin & Juice feat. OG Maco 8.Feb.Mon — 23:00
+

O hip hop electrónico, com ramificações ao trap e demais subgéneros, tem vindo a criar, ao longo dos últimos tempos, diversos fenómenos virais. Lembramo-nos aqui de nomes como Yung Lean ou Yung Sherman, que depressa assumiram os rankings de vídeos com mais visualizações do YouTube. Neste universo de autoprodução cibernética há um novo nome que surge, OG Marco, americano, bad-ass, viral. O responsável, diremos, é “U Guessed It”, o single minimal que toca universos tão díspares quanto o punk rock ou o hardcore, sem que com isso se perca a origem fundamental, o hip-hop.

Mas há mais neste OG Marco do que o fenómeno, não pouco frequente, de artistas que explodem online com um single. Ele é também cabeça para uma editora própria e um par de edições colaborativas que sumarizam o percurso musical. Não estamos certo por quanto tempo irá durar a fama, cada vez mais crescente, mas enquanto isso não se clarifica queremos tê-lo por cá, ao abrigo das Gin & Juice, o nosso olhar mensal para os novos territórios do hip hop.

Gin & Juice

Gin & Juice

Nas Gin & Juice a cronologia do Hip Hop constrói-se ainda. Os intocáveis são os mestres da velha escola e a mitologia cresce com novos deuses no panteão. É a festa da nova história no Musicbox, direta e sem floreados, com Hip Hop e derivados como o Trap no centro.

Tickets €12 Share Add to calendar
Feb/10/Wed/22:00 Sallim
Sallim 10.Feb.Wed — 22:00
+

Quando a palavra ganha outra forma, enche-se de cores e volumes e códigos e paisagens. É deste caldeirão de movimentos, de linguagens que entrecruzam o estudo, o trabalho gráfico e plástico e a música e a escrita que Sallim, considerada uma das compositoras e intérpretes mais promissoras da actualidade, dá curso a um processo muito natural. A sonoridade completamente low-fi de canções gravadas no quarto é assumida, como quem dá forma e consistência ao apelo do olhar e de todos os outros sentidos que transbordam da melodia como linguagens de um mesmo universo. E o resto é Silêncio.

a3126258729_16

Live

Live

Tickets €12 Share Add to calendar
1 2 3 4 5 6 7