Domingo, 27 Novembro
21h30
All The Unknown é o título do terceiro álbum dos Grandbrothers, um trabalho que nos apresenta um vasto mundo sonoro repleto de possibilidades composicionais bem exploradas pelo pianista Erol Sarp e pelo produtor e engenheiro eletrónico Lukas Vogel, que têm vindo a mostrar a sua original abordagem eletrónica ao piano preparado desde que se reuniram pela primeira vez em 2012. Este novo álbum cruza, uma vez mais, a tradição e a novidade aventurando-se mais longe no cosmos eletrónico através de um piano de cauda e de dispositivos mecânicos construídos propositadamente para o efeito e que são controlados por computador conseguindo um espetacular efeito. Se ouvirmos com atenção podemos escutar uma batida de hip-hop da velha guarda enredada em piano melódico, ou sentir a frieza do techno a passar à velocidade de um relâmpago. "Queríamos deixar para trás a adorável música romântica do piano", explica Sarp, cuja afinidade com a música de dança sempre foi uma influência no seu processo de escrita. Na música dos Grandfather está presente um certo humor e um renovado espírito de aventura conduzido por batidas eletrónicas e sons que encorajam o movimento. "Embora a música seja ansiosa e por vezes muito enérgica, e as batidas duras o estejam a empurrar para a frente, ainda queremos que cada canção mantenha um pouco de esperança no final. Algo com um final positivo", diz Sarp. "Apesar de toda a ansiedade e medo que sentimos durante todo o dia, vivendo num mundo muito incerto e para ser honesto, ainda há o desejo de progredir e superar todas as coisas que o fazem tremer", oferece a banda. Sarp e Vogel conheceram-se há quase uma década enquanto estudavam engenharia de áudio e vídeo em Düsseldorf. Concebendo um projeto que se basearia nas capacidades pianísticas de Sarp e que ao mesmo tempo forneceria uma peça de piano para Vogel através de programação e aparelhos mecânicos feitos à medida. Foi assim a génese dos Grandfather. Um dos mais originais e aplaudidos projetos musicais do presente.
X